//
you're reading...
Edições precedentes

[Sessão infantil]

Bartô de Luiz Botosso e Thiago Veiga (Brasil, 6, animação, 2006)

Animação que narra a revolta de um bode chamado Bartô que, após ter finalmente encontrado uma árvore que lhe ofereça sombra, se hostiliza com um lenhador que parece decidido a cortá-la. O bode nada pode contra o lenhador e seu machado, mas a árvore, em uma seqüência de atos heróicos, consegue se safar das investidas assassinas do malfeitor.

 

 

 

Bomtempo de Alexandre Dubiela (Brasil, 0130, animação, 2010)

Um homem passa por diversas mudanças climáticas até chegar ao trabalho.

 

 

 

 

 

 

Caixa de Luciana Erguti e Paulo Muppet (Brasil, 110, animação, 2010)

Cinco personagens, que vivem em compartimentos dentro de uma caixa, descobrem que não estão tão isolados uns dos outros quanto imaginavam.

 

 

 

 

 

Calango Lengo: morte e vida sem ver água  de Fernando Miller (Brasil, 9, animação, 2008)

Calango Lengo, nordestino, tem que cumprir seu destino, sem ter o que pôr no prato. Na seca não há outra sorte: viver fugindo da morte, como foge o rato do gato.

 

 

 

 

 

Gente grande de Walkir Fernandes (Brasil, 130, animação, 2010)

Qual o seu poder para ajudar o mundo tendo o tamanho que tem?

 

 

 

 

 

Mocó Jack de Luiz Botosso e Thiago Veiga (Brasil, 9, animação, 2006)

Animação que narra as aventuras do jacaré, Jack, que usa de muita criatividade para se salvar das investidas de um contrabandista de animais. Nascido diferente de seus irmãos, Jack, possui caráter exótico sabendo se esconder e mimetizar, o que o transforma em um grande prêmio para o caçador.

 

 

 

 

Escalada de Luciana Erguti e Paulo Muppet (Brasil, 1´38, animação, 2012)

“Escalada” foi um dos projetos vencedores do edital Cine Ambiente de 2011, uma iniciativa conjunta entre os Ministérios da Cultura e o do Meio Ambiente para curta-metragens com temáticas ambientais. O filme fala sobre o consumo sustentável através de uma história que se passa em uma ilha em forma de cubo.

 

 

 

Tamanduá Bandeira de Ricardo de Podestá (Brasil, 8, animação, 2011)

Um pacato tamanduá encontra a fêmea de sua vida. Só alguns passos o separam dela. Porém, são passos que devem ser dados no asfalto.


 

 

 

Projeção: sábado 16, 11h, CAIXA Cultural Rio, cinema 1

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s