//
you're reading...
Edições precedentes

Convidados confirmam presença em Brasília

Da França:

Thomas Pendzel, diretor de 5-7 rue Corbeau

Patrick Marest, delegado geral do Observatório Internacional de Prisões (OIP). Nascido em 1963, professor e jornalista, ele anima e coordena as atividades do braço francês da associação desde sua criação, em 1995, em Paris.

Do Brasil:

Henri Gervaiseau, diretor de Moro na Tiradentes

Luciana Burlamaqui, diretora de Entre a luz e a sombra

Adriana Telles Ribeiro, é formada em ciências políticas pela New School for Social Research, NY, EUA (2000). Diplomata de carreira desde 2006, atualmente trabalha como assessora do Departamento Consular e de Comunidades Brasileiras no Exterior do Ministério das Relações Exteriores em Brasília.

Dácia Ibiapina da Silva, coordenadora do Departamento de Audiovisual da UnB, Professora Adjunta da Universidade de Brasília, Dácia Ibiapina atua como pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília.  Graduada em Engenharia Civil na Universidade Federal do Piauí, ela tem Especialização em Cinema na Escola Internacional de San Antonio de los Baños – Cuba, Mestrado em Comunicação pela Universidade de Brasília, e Doutorado em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade, pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Produz e dirige documentários como Palestina do Norte: o Araguaia passa por aqui, Entre o rio e a floresta, O chiclete e a rosa e Vladimir Carvalho: conterrâneo velho de guerra.

Patrícia Rangel, jornalista, doutoranda no Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília (Ipol/UnB) e mestre em Ciência Política pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ). Sua linha na pós-graduação é Gênero e Democracia. Sua pesquisa na graduação (Relações Internacionais, PUC-Rio) foi sobre cultura e xenofobia, tema com o qual trabalhou informalmente no mestrado, sobretudo após sua experiência de detenção indevida na Espanha e repatriação. Publicou alguns artigos sobre a negação sistemática de brasileiros na Europa e está escrevendo um livro sobre o assunto.

Paulo Sergio Almeida, presidente do Conselho Nacional de Imigração

Fernando Matos, graduou-se em direito na Universidade Federal de Pernambuco em 1998. É amplamente reconhecida sua trajetória junto ao tema da promoção e defesa dos direitos fundamentais, que envolve tanto atuações junto ao Estado – de janeiro a setembro de 2007, por exemplo, ocupou o cargo de Secretário Executivo de Justiça e Direitos Humanos no Governo de Pernambuco – quanto junto à sociedade civil – atuou tanto quanto como advogado, quanto como professor e coordenador geral do Gabinete de Assessoria Jurídica às Organizações Populares. (GAJOP) de 1995 a 2007. Desde setembro de 2007, Fernando Matos atua como Coordenador Geral do Programa Nacional de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República (SEDH).

Vânia Alves, jornalista e advogada paulista, atua nos veículos de comunicação da Câmara dos Deputados há 11 anos. Em São Paulo, atuou como repórter-abelha e apresentadora da TV Mix, na TV Gazeta, além de repórter e editora de Cultura, Economia e cidades, em veículos como Diário do Grande ABC, Jornal da Tarde de Revista da Indústria, da Fiesp.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s